Semusa moderniza sistema do CEM para agilizar atendimento à população

04/Jul/2019 - 19:13

Depois que a Prefeitura de Porto Velho adquiriu um Datacenter, container que serve como ambiente seguro para acomodar os servidores de dados e sistemas, as unidades de saúde da capital estão se adequando a essa nova realidade.
O Centro de Especialidades Médicas (CEM) está passando por adaptações, para se alinhar ao novo sistema. Funcionando normalmente, das 7h às 19h, o CEM atende em dezesseis especialidades.
Segundo a secretária de Saúde do Município, Eliana Pasini, os pacientes são encaminhados pelas unidades de saúde, por meio do sistema de regulação da Semusa (agendamento), enquanto a data do retorno é marcada pelo próprio CEM.
Wanderleth Lima, gerente da unidade, informa que os serviços são oferecidos normalmente. “Quando ocorre queda da internet ou manutenção do sistema, precisamos aguardar a normalidade para atender os nossos pacientes dentro do prazo previsto”.
Especialidades
De acordo com Wanderleth Lima, além de consultas, o centro conta com farmácia, que dispõe de remédio controlado e talidomida, usado por pacientes com hanseníase. As especialidades do CEM são: pediatria, neurologia, ginecologia, nefrologia, clínico geral, ortopedia, nefropediatria, urologia, gastroenterologia, otorrino, proctologia, dermatologia, Programa de Referência em Tuberculose e hanseníase, serviço social, oftalmologia, cardiologia, endocrinologia, exames laboratoriais, ultrassonografia, eletrocardiograma, além de raio x e mamografia.

FONTE : CONDECOM

logotipo da prefeitura de porto velho